X-Men: Grand Design em ordem cronológica

X-Men: Grand Design – Ed Piskor arruma a cronologia mutante

Murillo Costa | 18/jul/2018

Ler os quadrinhos dos X-Men em ordem cronológica é o maior desafio para os fãs. X-Men: Grand Design, de Ed Piskor, resolveu esse problema.

X-Men: Grand Design é a resposta do autor Ed Piskor para a grande pergunta “como ler X-Men em ordem cronológica?”.  O primeiro quadrinho dos X-Men foi lançado em 1963, trazendo os cinco heróis mutantes originais: Jean Grey, Ciclope, Fera, Homem de Gelo e Anjo. São 55 anos de muitas histórias e uma legião de fãs conquistados no mundo inteiro, de todas idades.

Diversos escritores deram sua versão aos mutantes da Marvel. Além disso, em lutas contra vilões poderosos, formações e divisões de equipes, chegada de novos membros e morte de alguns heróis, a cronologia dos X-Men se tornou complicada. Os fãs mais novos têm a dificuldade de saber como começar a ler os quadrinhos dos X-Men.

Para a alegria de quem quer acompanhar os quadrinhos dos mutantes, surgiu Ed Piskor, escritor best-seller do Times.

Lembre-se de compartilhar esse artigo com seus amigos! Também queremos ler sua opinião nos comentários.

Ed Piskor: de fã dos X-Men a escritor dos mutantes

ed piskor

Ed Piskor nasceu em 1982 e é um já consagrado quadrinista. Seus primeiros trabalhos tiveram cunho autobiográfico e marcados por humor negro. Desde a infância ele era fascinado por histórias em quadrinhos, o que colaborou para sua formação na vida adulta.

Em 2003 ele começou a trabalhar com nomes conhecidos, como Jay Lynch – cartunista de histórias alternativas, falecido em 2017.

Um de seus trabalhos de maior sucesso foi Hip Hop Genealogia, lançado em 2013. Ilustrado e escrito por ele, o graphic novel ficou entre os 10 melhores daquele ano no The Washington Post. Hip Hop também foi ganhador do prêmio Eisner.

Com um bom nome feito, Ed Piskor resolveu postar em seu twitter um desenho do Wolverine; ele marcou um editor da Marvel nesse tweet e disse que eles deviam deixá-lo escrever algo para os quadrinhos dos X-Men. Mais ou menos uma hora depois seu telefone tocou.

O que vemos em seguida é o nascimento de X-Men: Grand Design. A proposta épica e grandiosa de Ed Piskor é contar a história dos X-Men de forma cronológica e coerente.

A reconstrução da cronologia dos quadrinhos dos X-Men

O grande desafio de Ed Piskor foi recontar os primeiros 30 anos dos quadrinhos dos X-Men, edições de 1963 a 1003. É daí que entendemos o “grand design” – design, ao contrário do que muitos pensam, não é “desenho”, mas sim o ato de “engenhar, maquinar”.

x-men: grand design

Não pense que X-Men: Grand Design é uma mera compilação dos quadrinhos antigos em um volume encadernado. Piskor se propôs a recontar a história dos mutantes de forma que faça sentido temporal na cabeça do leitor, com um começo, meio e fim. Além disso, ele aplicou seus estilo de desenho e arte, dando um visual vintage aos desenhos.

Nessa “recriação”, Piskor adicionou detalhes e adaptações para que seus objetivos fossem alcançados.Um exemplo é a origem de Charles Xavier e a fortuna de sua família.

Nos anos 1940, Namor, rei de Atlântida, submergiu Nova York. Para recuperar a cidade, os pais de Charles – Sharon e Brian – trabalharam num projeto de maquinário capaz de drenar a água. A patente do projeto foi comprada por nada menos que as Indústrias Stark.

Após a enchente, a cidade ficou tomada por radiação. “Contaminados”, Sharon e Brian têm seu filho, Charles Xavier, o futuro maior mutante do mundo.

A partir daí, Magneto, Wolverine, Tempestade e até o Capitão América e Carol Denvers entram em cena.

X-Men: Grand Design é, com toda certeza, uma grande obra de engenharia de histórias aliada a um desenho extremamente lindo.

Como X-Men: Grand Design é distribuído

X-Men: Grand Design começou a ser lançado em 2017 e foi planejado para ser composto por seis edições de 42 páginas cada. Além disso, estão incluídos três encadernados dessas edições contendo material bônus – entre eles o primeiro quadrinho dos X-Men.

InfelizmenteX-Men: Grand Design não está disponível ainda no Brasil. A Panini, detentora dos direitos de publicação da Marvel em nosso país, não tem divulgada alguma data para a chegada da graphic novel em nosso idioma. Quando a situação mudar, noticiaremos em nosso canal de notícias.

O que encontramos nos lançamentos até agora?

x-men: grand design - second genesis

Mesmo ainda fora do Brasil, o que encontramos até agora no que já foi lançando na série de Ed Piskor? Falando dos encadernados, o volume 1 traz a origem dos X-Men e de seus vilões, além de incluir ligações com Os Vingadores. Ele tem início com o personagem Vigia reorganizando suas ideias e memórias.

Já no Volume 2, intitulado X-Men: Grand Design – Secund Genesis, temos a capa referenciando a Fênix Negra. Segundo a sinopse, a nova equipe, que inclui Tempestade e Wolverine, é formada. Vilões clássicos como a Ninhada e o império Shi’ar são introduzidos. Vemos a chegada de Kitty Pryde, aparição de Carol Denvers e a conclusão acontece com a aclamada Saga da Fênix Negra.

Como nerds orgulhosos, esperamos ansiosamente o anúncio da Panini sobre o lançamento de X-Men: Grand Design no Brasil.

Sou o autor de Os Renegados, distopia pós-apocalíptica, editor do Central Autoria e locutor do Autoria Podcast. Também sou parceiro da saga de fantasia épica A Crônica Esférica. Webdesigner por formação, procuro compartilhar meus conhecimentos em Marketing Digital com outros escritores para que possamos formar juntos nossas carreiras.
0 Comentários
Deixe o seu comentário!